Por que o papa usa chapéu?

O Papa possui quatro tipos de traje como chapéu: a Tiara Papal; a Mitra; o Solidéu; e o Camauro. A Tiara Papal corresponde a uma coroa de três camadas utilizada na coroação do papa entre 1305 e 1963. A Tiara se originou de um barrete frígio cônico, uma espécie de touca ou carapuça.

A Mitra é um traje cerimonial consistindo em um adereço alto e branco. Surgiu em Roma, no século X, como um chapéu que diferenciava o papa dos outros sacerdotes. Atualmente, pode ser usado também por abades, bispos, arcebispos e cardeais.

O Papa geralmente usa uma calota craniana chamado Solidéu quando está vestindo o traje comum, ou seja quando não está participando de cerimônias oficiais. O acessório, criado para proteção contra o frio, se tornou item tradicional do vestuário clerical, e é retirado nas orações mais solenes.

No inverno, o Solidéu é ocasionalmente substituído pelo Camauro, um gorro de lã vermelho aveludado, usado pelos diversos papas desde o século XII. O uso do vermelho também é uma recordação do tempo em que a cor era característica dos papas na hierarquia da Igreja Católica,

Visto com menos frequência, há também o Chapéu Saturno, acessório usado geralmente como proteção contra o sol. O vermelho é uma herança do tempo em que a cor era considerada a oficial do pontífice, mas que no século XVI foi substituída pelo branco. Os papas João XXIII e João Paulo II chegaram a usar o Saturno em viagens a países tropicais, mas não o adotaram sistematicamente.

Tais chapéus simplesmente simbolizam o poder e autoridade do papa como Chefe de Estado Papal e líder da Igreja Católica, podendo ser utilizados somente pelo Papa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *