Por que a lua tem crateras?

A Terra possui maior probabilidade de ser atingida por um asteroide ou meteoro do que a lua, pois a maior intensidade de sua força gravitacional atrai mais detritos. No entanto, é curioso o fato de vermos muito mais crateras na Lua do que na Terra.

Fato é que, a Terra e a lua sofreram várias colisões ao longo de seus bilhares de anos, só que a Terra pode apagar praticamente qualquer evidência do passado por conta de três fenômenos: erosões, ações tectônicas e vulcanismos. Muito provavelmente qualquer minúscula marca feita na lua permanecerá no mesmo lugar, como a pegada do primeiro astronauta a pisar na lua por exemplo.

A Terra possui tempo (condição meteorológica), água e plantas. Estes agem juntos no desgaste do solo, conhecido como erosão, primeiro fator de reciclagem da Terra citado. Além do mais, o fato de a Terra possuir atmosfera reduz a velocidade de detritos caindo em nosso planeta, podendo fazê-los se desintegrar antes mesmo de cair em solo terrestre. A lua praticamente não sofre erosão por não ter atmosfera, portanto quase nada pode remover marcas de sua superfície.

O segundo fator é chamado de tectonismo. Placas tectônicas indicam que a camada rígida da Terra (litosfera) é dividida em um mosaico de placas oceânicas e continentais, que podem deslizar sobre a camada superior do manto terrestre. Tais placas estão em constante movimento, por conta disso, ao longo de suas margens, onde há maior interação, processos geológicos importantes ocorrem, como a formação de montanhas, terremotos e vulcões. A lua não sofre ações tectônicas já faz bilhares de anos.

O terceiro fator é o vulcanismo. Fluxos vulcânicos podem cobrir o impacto de crateras. Essa é a principal forma pela qual crateras são apagadas em outros lugares de nosso sistema solar. Antigamente a lua tinha largos fluxos vulcânicos que desafaziam muitas de suas deteriorações, mas isso já não ocorre por pelo menos 3 bilhões de anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *