O que faz um técnico em portos

Em 2010, o Técnico em Portos ou Técnico Portuário foi tido como um dos dez profissionais mais procurados por empresas do setor e mesmo tendo passado três anos a procura por este profissional não diminuiu. Prova disso foi a abertura de novos cursos em 2012, que visam suprir a demanda do mercado de trabalho em crescimento evidente, tanto pelo aumento da atividade portuária nos últimos anos, como também pela exploração do Pré-sal, que aumentará a busca por mão de obra qualificada.

Nesse sentido, vale referir que o campo de atuação do profissional que trabalha como Técnico em Portos está relacionado com o encaminhamento de procedimentos de importação e exportação, rotina de cargas e descargas, monitoramento de equipamentos, operações de embarque e desembarque, logística portuária, movimentação e armazenagem de materiais, controle e vistorias e gestão de pessoal. A formação em Técnico em Portos dura em média de 1 ano e meio a 2 anos e capacita o profissional para trabalhar em setores variados dentro do universo dos portos.

Em termos de mercado de trabalho, o Técnico em Portos está apto para trabalhar em portos públicos ou privados, empresas de apoio portuário ou dragagem, terminais portuários em geral (marítimos e fluviais), agências marítimas, empresas de transporte aquaviário, sindicatos, órgãos que gerem mão de obra em segmentos portuários, empresas de interface logística de cadeia de abastecimentos, etc.

2 Comments

  1. Deoclidia Lima Da Silva

    1 de outubro de 2015 às 17:15

    Gostaria de mais informações sobre essa profissão?
    Agradeço antecipadamente.

  2. Gilberto Batista Felizardo

    14 de Março de 2016 às 13:48

    Gostei.
    Um técnico em portos pode ser operador?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *