O que faz um técnico em hidrologia

De forma a poder atuar como técnico em hidrologia é necessário ter o ensino médio completo e frequentar o curso técnico disponibilizado pelo Instituto de Pesquisas Hidráulicas ou pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), através do Instituto Federal do Paraná, as únicas instituições de ensino que fornecem formação profissionalizante para indivíduos que pretendem enveredar por essa área. A duração do curso varia consoante a instituição, podendo ser de 39 a 42 semanas, sempre com uma carga horária mínima obrigatória de 360 horas.

Tendo o diploma de Hidrotécnico registrado junto ao CREA (Conselho de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), o indivíduo tem então a possibilidade de trabalhar para empresas nos mais variados seguimentos na área dos recursos hídricos. Em termos de empregabilidade, há uma procura consistente de técnicos para a função pública, tendo em conta as grandes hidroelétricas nacionais. Conseguindo colocação por meio de concurso público, o salário inicial é de R$ 2.200,00.

Relativamente às funções realizadas por esse profissional, se destacam os levantamentos topográficos; a implantação e controle de sistemas de irrigação; a instalação, operação e manutenção de equipamentos de registro de atividades marítimas; a instalação, operação e manutenção de equipamentos destinados à medição de níveis e vazão; coleta, interpretação e análise de sedimentos e dados para monitoramento ambiental de bacias hidrográficas; e a instalação e manutenção de estações meteorológicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *