O que faz um ministro das cidades?

Um movimento social composto de profissionais, líderes sindicais, ONGs, intelectuais, pesquisadores e professores universitários criou o Ministério das Cidades. O objetivo era unificar em uma única organização, os setores de habitação, saneamento, transportes, tráfego, e outros setores ligados à dinâmica das cidades que, até então, eram segregados.

Criado em 2003, com a transformação da Secretaria Especial de Desenvolvimento Urbano da Presidência da República, o Ministério das Cidades visa não apenas repensar a ocupação do solo, mas também implementar uma política de desenvolvimento urbana nacional que tem como objetivo diminuir a desigualdade social em cidades de acordo com a sustentabilidade ambiental através de ações nas áreas de urbanização, habitação popular, transporte urbano e de saneamento básico e ambiental.

O Ministro das Cidades busca atingir os objetivos acima através de cooperação com municípios, estados, poderes legislativo e judiciário e participação da sociedade. As ações para alcance de tais metas englobam financiamento de planos, projetos, obras, capacitação técnica de quadros de administração pública e municipal ou de agentes sociais locais.

Nos últimos anos, o setor habitacional tem se destacado bastante com recordes de expansão de volume de crédito de financiamentos concedidos. O aumento do crédito e barateamento dos juros reduziram as prestações dos financiamentos, impulsionando a demanda não só das classes média e alta como das classes mais baixas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *