O que faz um intérprete

Embora esta seja uma profissão antiga, ganhou um novo impulso com a quantidade de eventos que têm se realizado e irão se realizar no Brasil. Isto, porque o trabalho de um intérprete é a tradução falada, que pode ser em simultâneo (com o auxílio de dispositivos eletrônicos através de uma cabine própria para o efeito) ou consecutiva (feita depois que o orador fala, após um curto intervalo de tempo).

Nesse sentido, para atuar como intérprete é imprescindível ter conhecimentos sólidos de Português e pelo menos outro idioma. Existem cursos de nível superior que preparam o indivíduo que pretende atuar como intérprete. No entanto, como a profissão não está regulamentada, pessoas que cursem Letras ou qualquer outra graduação, mas tenham conhecimentos consolidados em outros idiomas também podem atuar como intérpretes.

Além disso, quem pretende trabalhar com interpretação deve entender que fazer cursos de especialização, saber lidar com stress e fazer trabalhos de preparação extensivos faz parte da vida de um intérprete.

Quem pretende seguir esta carreira deve gostar de estar sempre aprendendo, dado que o seu objeto de estudo é a língua, além de ser sociável, gostar de conhecer pessoas novas e de viajar. Embora haja empresas que contratam intérpretes, onde os salários iniciais rondam os R$ 2.000,00, existem muitas pessoas que atuam nessa área preferem trabalhar por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *