O que faz um auxiliar de recrutamento e seleção

Há uma certa liberdade na escolha do título a ser dado, pelo que analistas, auxiliares e assistentes de recrutamento e seleção acabam por desempenhar as mesmas tarefas, recebendo títulos diferentes e, por vezes, tendo uma diferença substancial na sua remuneração. Embora haja quem defenda que auxiliares e assistentes são, por norma, estagiários cursando o ensino superior ou pessoas com cursos profissionalizantes, enquanto os analistas são os que possuem graduação, quando vemos aquilo que as empresas pedem para cada um dos cargos, entendemos a liberdade na designação da atividade. Portanto, para efeitos de esclarecimento a atividade de auxiliar de recrutamento e seleção vai ser tratada como análoga às de assistente e analista.

Um auxiliar de recrutamento e seleção deve ter formação de nível superior ou estar cursando uma das seguintes áreas: Psicologia, Pedagogia ou Gestão de Recursos Humanos. Caso não tenha graduação em nenhuma dessas áreas do conhecimento, deve então possuir um diploma técnico profissionalizante que o habilite a trabalhar nessa área.

As atividades levadas a cabo por um profissional de recrutamento e seleção estão essencialmente relacionadas com a atuação em processos seletivos de recrutamento, convocação e avaliação de candidatos, implementação de dinâmicas de grupo e condução de entrevistas.

Tendo em conta a diferenciação que é feita entre auxiliares, assistentes e analistas, a faixa salarial varia entre R$ 1.000,00 e R$ 3.000,00, dependendo da formação e das responsabilidades incumbidas ao profissional. Nesse sentido, um auxiliar ou assistente trabalha sob supervisão, logo recebe uma remuneração inferior, e um analista é um profissional pleno, pelo que tem acesso a um salário mais elevado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *