O que faz um analista funcional

O analista funcional transforma informação em conhecimento. Em outras palavras, ele documenta as necessidades do cliente, usando-as, posteriormente, para desenvolver sistemas.

É fundamental que este profissional tenha bons conhecimentos em boas práticas de desenvolvimento de software e que conheça os métodos de documentação de sistemas (plataformas documentais e soluções de pesquisa). Além disso, um analista funcional precisa ser objetivo e claro para que não haja dúvidas sobre o sistema e a inteligência do mesmo.

Entre as tarefas desempenhadas por este profissional, vale destacar as seguintes:

  • Identificar problemas e oportunidades;
  • Questionar o cliente para obter informações sobre levantamento de requisitos, dimensionamento de esforço e detalhamento de um processo;
  • Atuar na geração de planilhas de movimentação e documentos de especificação.

Atualmente, as empresas exigem que o analista funcional tenha experiência em SQL, Cognos, ETL, Power Designer, Microstrategy, Modelagem Dimensional e Multidimensional.

Para tornar-se um analista funcional é preciso ter curso superior completo em Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação, de modo que obtenha conhecimentos em programação e banco de dados.

Um analista funcional pode encontrar ótimas oportunidades de trabalho em empresas públicas e privadas. Já a faixa salarial varia entre R$ 4.000,00 e R$ 6.000,00 mensais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *