O que faz um analista de benefícios

A função de analista de benefícios é muitas vezes referida como uma subfunção de um analista de recursos humanos, dado que as suas tarefas incidem na relação com os funcionários da empresa, bem como a administração e gestão dos benefícios a que estes têm direito, de acordo com o pacote de benefícios definido.

Além disso, fazem parte das funções deste profissional o estudo e a análise das políticas de benefícios, que englobam, por exemplo, assistência médica e odontológica, seguro de vida, entre outros.

Embora seja apenas necessário ter cursado o ensino médio para exercer essa atividade, as empresas tendem a buscar indivíduos com formação superior, preferencialmente nas áreas de administração e recursos humanos. Isto, porque um analista de benefícios estará inserido dentro do departamento de recursos humanos de uma empresa e necessita ter conhecimentos práticos e teóricos ao nível da administração e de interação adequada para com os funcionários da empresa com os quais, inevitavelmente, terá que lidar no desempenho das suas funções.

Tendo em consideração que o cargo de analista de benefícios se insere no setor de recursos humanos, em termos salariais as remunerações seguem a mesma tendência de outros profissionais alocados nesse setor. Assim sendo, de acordo com pesquisa salarial levada a cabo em 2012, os salários para um profissional dessa área estarão entre os R$ 1.695,00 e os R$ 3.299,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *