O que faz um agente de pesquisa e mapeamento

Para captar informações demográficas dentro do Brasil, o IBGE busca, através de concursos, manter um quadro de agentes de pesquisa e mapeamento que estejam disponíveis para contratos temporários durante o Censo. Esse tipo de pesquisa é um trabalho em campo, ou seja, você irá trabalhar diretamente com as pessoas, indo de porta em porta para coletar informações sobre a residência ou empresa em questão.

Apesar de ser um contrato temporário, é possível que trabalhar por até 24 meses, sendo que a cada 30 dias pode haver ou não uma renovação. Para quem não se intimida em lidar com o público, é um trabalho bastante recompensador.

Se você está interessado em trabalhar como um agente de pesquisa e mapeamento, precisará ter o Ensino médio completo, além de conhecimentos em Geografia, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de informática e Conhecimentos Gerais. Para ser aprovado você precisa acertar uma questão de cada disciplina e ter aproveitamento superior a 30% da prova.

De modo geral, as funções deste profissional se resumem em: visitação em todo tipo de residências e estabelecimentos, entrevista com a pessoa responsável por aquele local, digitalizar todas as informações colhidas nos formulários, elaborando relatórios de acordo com a orientação dos superiores. Podem haver outras funções além das citadas, o que vai variar de acordo com as orientações recebidas no início do trabalho.

A remuneração é por volta de mil reais por mês, além de um auxílio alimentação e auxílio transporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *