Como remover o rootkit da Sony

Em Novembro de 2005, a Sony lançou seu próprio software de DRM proprietário para controlar quantas cópias de músicas poderiam ser feitas a partir dos discos protegidos. Por meio do recurso auto-run do Windows o CD instala um programa a nível de sistema que monitora o uso do disco. O software DRM evita que outras aplicações façam cópias, interceptando os dados do disco e mostrando-o como ilegível.

Porém, criadores de arquivos maliciosos descobriram um modo de seus próprios programas (cavalos-de-tróia, worms e vírus) tirarem vantagem desse módulo DRM. Esse módulo esconde do usuário a existência de arquivos usados para proteger o CD de música. Isso certifica que os arquivos não podem ser modificados no sistema em que foram instalados. Como resultado, usuários com sistemas infectados com programas maliciosos utilizando essa técnica podem nem sequer saber que estão infectados.

A detecção e desinstalação do rootkit da Sony por meio do XPC2 Uninstaller, software fornecido pela própria Sony para remoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *