Como consumir linhaça

Linhaça é uma semente do linho muito utilizada na culinária saudável e por quem quer perder peso.

Rica em óleos Ómega 3 e Ómega 6, que atuam na redução do mau colesterol, e ainda em vitamina E, que contribui para o funcionamento celular afastando o envelhecimento precoce e as doenças degenerativas, a semente possui um forte efeito desintoxicante que ajuda o organismo eliminar toxinas em excesso como é o caso da gordura.

A melhor forma de aproveitar os nutrientes da linhaça e evitar a oxidação da semente (que pode causar flatulência, enxaqueca e diarréia) é consumir ela crua, integral, previamente hidratada, triturada somente na hora do seu consumo. Com uma casca resistente, a semente pode passar intacta pelo aparelho digestivo, se não triturada.

Para hidratá-la, bastar deixar uma porção de molho em uma relação de uma parte de semente para 5 partes de água de 4 a 8 horas. Após isso, pode-se fazer sucos batidos com a própria água do molho que se torna rica em ácido fítico (antioxidante) e o acréscimo de vegetais, raízes e frutas.

Os sucos deverão ser tomados em jejum, com um intervalo mínimo de 30 minutos antes da próxima refeição – tempo para ocorrer a liberação das toxinas. O consumo das sementes deve ser introduzido no dia-a-dia de forma gradual, sendo recomendado de 1 a 2 colheres (sopa) por dia. A linhaça deve ser utilizada apenas com alimentos crus, pois juntamente com os cozidos, industrializados ou derivados do leite pode favorecer o surgimento de gases.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *